Foto de celular

Ando vidrado em fotos de celular. Sim. Fotos de celular. Dessa que não servem, à primeira vista, para nada. Gosto da portabilidade do aparelho. Da falta de definição das fotos. Sempre opto pelas de menor proporção, em si menos definidas. Gosto de ver essas câmeras de lente grande angular nas mãos das crianças, que com elas fazem miséria. Fotografam tudo, dos mais inspiradores ângulos de visão. Lá em casa temos toda uma série de fotos de celular, impossíveis de serem feitas com máquinas fotográficas. Para mim é câmera-registro, tenho-a sempre à mão, em todos os eventos da minha vida. Quero fotografar com ela o interior do táxi, o banheiro do avião, um detalhe da comida que pedi num restaurante em Belém do Pará. Imprescindíveis, esses celulares que fotografam, que filmam, que nos põem em comunicação também através de imagens. E quem foi que disse que celular é para falar?