Levando a vida na aba...

Se eu realmente acreditasse em teoria da conspiração poderia imaginar que nos bastidores do recente processo eleitoral do Rio, em alguma sala, entre pessoas que desconheço, algum diálogo do tipo "se a gente antecipar o feriado pode ser que a gente ganhe a eleição" teria ocorrido. Ou então alguma comemoração como "ôba, ele se distraiu e deixou escapar essa conversa de suburbano analfabeto político, vamos cair em cima disso", ou então "olha ele de sunga na foto, vamos aproveitar pra lembrar a história da sunga". Mas, eu não acredito em teoria da conspiração. Acredito em estratégia de mautenção do poder mesmo. Além dessa imagem frágil e mal construída por um bando de "media trainnings", vamos ver o que mais o moço tem para mostrar. Até agora, levando a vida na aba da máquina, foi fácil...!