Quem sou eu?

Meu nome é João Alves dos Reis Junior, mas sou conhecido como JOÃO ALEGRIANasci há mais de 50 anos na pacata Santo Antônio da Alegria, Estado de São Paulo. Hoje vivo no Rio de Janeiro, uma cidade que aprendi a amar.

Graduei-me em História pela Universidade Federal de Ouro Preto, cursei a pós-graduação na Universidade Federal Fluminense e fiz meu doutorado no Departamento de Educação da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, a PUC-Rio, com a tese "O livro de imagens luminosas. Jonathas Serrano e a gênese da cinematografia educativa no Brasil [1889-1937]".

Quase toda a minha trajetória profissional se deu no campo da comunicação, no qual atuei principalmente como autor e diretor de televisão nas principais emissoras do país. Também publiquei livros de minha autoria e outros, que organizei. Os mais conhecidos são títulos para crianças: "Come-come. Pais e filhos na cozinha", editado pela Editora Jorge Zahar e " O manual do defensor do planeta ", editado pela Casa da Palavra e contemplado no edital do PNBE em 2013.

Atualmente trabalho como Gerente Geral do Laboratório de Educação da Fundação Roberto Marinho (FRM), após passar alguns anos como diretor do Canal Futura, uma inciativa desta mesma instituição. Também sou professor do Curso de Design em Mídias Digitais da PUC do Rio de Janeiro .

O Laboratório de Educação da FRM é responsável pelas soluções educacionais desenvolvidas pela instituição, abrangendo o Canal Futura, o Telecurso e o Aprendiz Legal, dentre outras. É uma oportunidade incrícel de trabalhar no enfrentamento dos principais desafios da educação no país, principalmente aqueles que conectam juventudes, escola pública e trabalho.

 

 

Blog do João

23/04/2013 13:41
A Fundación Gabriel García Márquez para el Nuevo Periodismo Iberoamericano lançou, em novembro de 2012, uma antologia de textos jornalísticos do seu criador: Gabo Periodista.  O volume de capa dura e folhas finas de papel cuchê bem costurado, chegou-me às mãos através do Ricardo Corredor...
09/04/2013 18:33
A Amazônia tem sido assombrada por inúmeros fantasmas desde há muito. Um dos mais assombrosos e peçonhentos desses monstros revela-se nos índices nacionais de avaliação escolar. Em várias das métricas brasileiras sobre educação, a escolas do território têm apresentado um desempenho abaixo das...
<< 5 | 6 | 7 | 8 | 9 >>